Projeto Gás Sudoeste vai realizar Audiência Pública em Maracás

A construção do Gás Sudoeste faz parte da diretriz estratégica da Bahiagás de interiorização do gás natural na Bahia. Ele será o maior duto de distribuição do Nordeste e o segundo maior do país, com extensão prevista de 306 km, interligando os municípios de Ipiaú e Brumado, passando por Jequié e Maracás, entre outros. O projeto está em implantação do seu primeiro trecho (Itagibá-Jequié) e avança para mais uma fase (Jequié-Maracás).

A cidade de Maracás vai ser beneficiada com esse investimento, gerando emprego e renda e contribuindo para um desenvolvimento mais forte e estruturado, fazendo o município atrair novos empreendimentos em um futuro próximo, principalmente o setor industrial que necessita de fonte energética mais limpa e barata.

Na próxima terça-feira (22/09), às 09h, uma comitiva da Companhia de Gás da Bahia – Bahiagás para a realização da Reunião Pública sobre o Gás Sudoeste em Maracás. A iniciativa cumpre mais uma etapa do empreendimento, que será o maior duto de distribuição do Nordeste e o segundo maior do país.

Foto Divulgação

O evento, que acontecerá no auditório da Pousada Menina Bonita (Av. Brasília, 401), reunirá, além de dirigentes da Bahiagás, autoridades e representantes da sociedade civil.

A capacidade do espaço será reduzida pela metade, para garantir o distanciamento físico entre os participantes, conforme orientações das autoridades de Saúde voltadas para a prevenção da Covid-19.

Mas a participação ampla da sociedade regional será possibilitada, através da transmissão online da atividade, por meio da plataforma Microsoft Teams. O link para a reunião estará disponível no site: www.bahiagas.com.br/gassudoeste.

Na prática, o duto passará por 12 municípios, mas vai gerar impacto direto em 15 cidades do Sudoeste do estado. A chegada do gás natural levará muitos benefícios para a região. O gasoduto atenderá indústrias, postos de combustíveis, estabelecimentos comerciais, grandes mineradoras, hotéis e residências.

Com estimativa de tempo de execução total de quatro anos (projeto e obra), o empreendimento está estimado no valor total de cerca de R$ 435 milhões, contabilizando as três etapas da obra (Ipiaú – Jequié, Jequié – Maracás, Maracás – Brumado).

A chegada dos tubos ao canteiro de obras, entre os municípios de Ipiaú e Barra do Rocha, ao longo da última semana (17 a 21/09), marcou o início da construção do Gás Sudoeste – Duto de Distribuição do Sudoeste. O novo gasoduto será a maior obra já realizada pela Companhia de Gás da Bahia – Bahiagás no estado.

Só na primeira semana, um total de seis carretas se deslocaram para o local, transportando mais de 300 tubos em aço carbono com 10 polegadas de diâmetro. A entrega do material continua até o fim de novembro, quando o gasoduto contará com os 73 km de tubulação correspondentes à primeira etapa da obra (de Ipiaú a Jequié).

Com a chegada gradativa do equipamento ao canteiro de obras, os tubos serão paulatinamente colocados na faixa destinada ao gasoduto. Em seguida, na fase final do primeiro trecho, serão feitos todos os testes necessários antes de enterrar a tubulação.

O diretor-presidente da Bahiagás, Luiz Gavazza, visitou o local para acompanhar o início das obras. Além disso, o gestor aproveitou para visitar o posto do SineBahia na agência do SAC (Serviço de Atendimento ao Cidadão) de Jequié, que faz a intermediação da contratação de mão de obra junto à empresa responsável pela construção.

“A chegada dos primeiros tubos que formarão o Gás Sudoeste representa um marco desta grande obra. É um símbolo do desenvolvimento que está por vir à região, beneficiando um número cada vez maior de baianos. Em breve, as indústrias, o comércio e a população local poderão sentir os efeitos positivos do gás natural”, destacou Gavazza.

Via Bahia Gás

veja também
error: Content is protected !!